Clubes da liga inglesa registram em janeiro maior gasto em 4 anos

O valor bruto gasto na primeira divisão inglesa foi mais de quatro vezes maior do que em janeiro de 2021, quando apenas 70 milhões de libras (R$ 500 milhões) foram gastas pelas equipes

clubes-da-liga-inglesa-registram-em-janeiro-maior-gasto-em-4-anos

Os clubes da liga inglesa gastaram 295 milhões de libras (R$ 2,1 bilhão) na janela de transferência de janeiro – o maior valor desde 2018 – com as cinco últimas equipes respondendo por mais de 50% das despesas, disse o Sports Business Group da Deloitte – empresa de consultoria e auditoria – em um relatório publicado nesta terça-feira (1º).

Publicidade

O valor bruto gasto na primeira divisão inglesa foi mais de quatro vezes maior do que em janeiro de 2021, quando apenas 70 milhões de libras (R$ 500 milhões) foram gastas pelas equipes, tornando a janela de transferência de janeiro deste ano a segunda mais alta desde 2003.

Os meias Donny van de Beek e Dele Alli, tiveram chance de reconstruir suas carreiras no clube Everton, 16º colocado na Premier League, após os movimentos no dia limite para transferências na segunda-feira (31 de janeiro).

Ameaçado de rebaixamento, o Newcastle United também agiu, após ser adquirido pelo Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, contratando o brasileiro Bruno Guimarães, do Olympique Lyonnais, por cerca de 40 milhões de euros (R$ 238 milhões), entre outros acordos.

O Sports Business Group da Deloitte acrescentou que os gastos do Campeonato Inglês representam quase 50% das despesas brutas dentre as “cinco grandes” ligas europeias.

Publicidade

“Essas janelas de transferências indicam que estão diminuindo as pressões financeiras da Covid-19 sobre os clubes da liga inglesa, com os gastos voltando aos níveis pré-pandemia e notadamente entre os mais altos que já vimos em janeiro”, disse em comunicado Dan Jones, chefe do Sports Business Group da Deloitte. “Outras grandes ligas europeias também estão voltando a gastar mais, mas são os clubes da Premier League que registraram o maior gasto total nesta janela de transferência, gastando quase 150 milhões de libras a mais do que os clubes da liga italiana, o concorrente mais próximo.”

* É proibida a reprodução deste conteúdo. 

(Agência Brasil)

Publicidade