Avião faz pouso de emergência e quase atinge outro

Os dois pilotos que estavam a bordo do avião declararam estado de emergência e pediram o retorno imediato para o aeroporto de partida

Avião faz pouso de emergência e quase atinge outro
No momento em que chegaram ao destino, os pilotos realizaram o pouso da aeronave de barriga e deslizaram por uma longa distância (Créditos: Daniel Berehulak/Getty Images)

Uma aeronave com problemas em um dos motores teve que realizar um pouso de emergência de barriga e quase atingiu outro avião na pista. Por pouco o Aeroporto de Merrill Field, no Alasca, não assistiu à tragédia.

Publicidade

O avião do modelo Douglas R4D-8 (Super DC-3), da companhia área TransNorte, decolou na quarta-feira (8(, do Aeroporto Internacional Anchorage-Ted Stevens e tinha como destino a cidade de Kodiak. Quando chegou a 900 pés (cerca de 275 metros) de altura na subida, a aeronave registrou perda de potência no motor direito.

Os dois pilotos que estavam a bordo do avião declararam estado de emergência e pediram o retorno imediato para o aeroporto de partida. Porém, no momento que faziam o trajeto, decidiram desviar a aeronave para o Aeroporto de Merrill Field, a 12 km de distância.

No momento em que chegaram ao destino, os pilotos realizaram o pouso da aeronave de barriga e deslizaram por uma longa distância. Nesse momento, o bimotor passou muito próximo a outro avião que estava parado perto da pista.

Apesar das dificuldades em relação à falha do motor e à pista congelada, o DC-3 pôde ser controlado até desacelerar. Não houve danos estruturais e princípios de incêndio, e nenhum dos pilotos ficou ferido. Porém, as asas do avião foram danificadas, assim como os motores e a parte inferior da fuselagem.

Publicidade

Até agora, não se sabe a causa da falha de um dos motores na decolagem e o motivo do pouso forçado de barriga. Há suspeitas de que houve problemas com o trem de pouso, já que eles não foram ativados. Mas, acredita-se que os pilotos não utilizam, para nçao intensificar o arrasto e aumentar os riscos de pouso de emergência.

O Aeroporto de Merrill Field teve que suspender todas suas operações por cerca de 6 horas, pelo ocorrido.