TRÁFICO ANIMAL

Homem é preso em Hong Kong com mais de 100 cobras na calça

Ele carregava seis sacos de cobras e tentou cruzar a fronteira, entrando no município de Shenzhen, quando foi pego na alfândega

Ele carregava seis sacos de cobras e tentou cruzar a fronteira, entrando no município de Shenzhen, quando foi pego na alfândega.
O homem amarrou as cobras em suas pernas – Créditos: Reprodução/ X

Na tentativa de cruzar fronteiras de forma ilegal, um homem foi preso enquanto tentava entrar em Shenzhen, cidade localizada ao sul da China, vindo de Hong Kong, com um carregamento incomum: mais de 100 cobras vivas escondidas em sua roupa. O país tem uma das maiores rotas deste tipo de contrabando internacional.

Publicidade

Os oficiais da alfândega de Shenzhen descobriram que, escondido sob as calças do viajante, havia um arsenal vivo de serpentes. Durante uma inspeção de rotina, os agentes da aduana notaram um volume incomum nas vestimentas do passageiro. Ao aprofundarem a inspeção, encontraram seis sacolas de tecido seladas com fita adesiva. Dentro delas, havia uma miríade de serpentes de diversas espécies, agitando-se nas condições precárias e apertadas em que se encontravam.

Durante a inspeção, os funcionários da aduana descobriram que os bolsos das calças que o passageiro estava usando continham seis sacolas de tecido lacradas com uma fita“, afirmou a instituição, em nota.

A legislação chinesa sobre biossegurança é restritiva quanto à mobilidade de espécies não nativas. Importar ou transportar animais sem as devidas autorizações pode resultar em severas penalidades, incluindo prisão. Neste caso, as autoridades apreenderam todas as 104 cobras, muitas das quais não são naturalmente encontradas na fauna local, e estão investigando o incidente.

Qual o posicionamento da China sobre o tráfico de cobras?

Na última década, a China intensificou suas campanhas contra o tráfico de animais. Com operações frequentes e intensificadas em aeroportos e outros pontos de entrada, o país asiático está progressivamente fechando o cerco contra essa prática ilegal e tão presente. A constante vigilância e as inspeções rigorosas são partes cruciais da estratégia chinesa para deter o fluxo de contrabando de fauna.

Publicidade

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.