Instagram passa a ter restrições na Rússia a partir desta segunda-feira

Na manhã de hoje, jornalistas da agência de notícias France Presse disseram que já não era possível atualizar o aplicativo, nem acessar a página sem uma rede privada virtual (VPN)

Instagram passa a ter restrições na Rússia a partir desta segunda-feira
Os russos acusaram a Meta de ser “extremista” e veicular mensagens que pediam o assassinato de russos (Créditos: Justin Sullivan/Getty Images)

Restrição do Instagram, da gigante americana Meta, começa nesta segunda-feira (14) na Rússia. Na manhã de hoje, jornalistas da agência de notícias France Presse disseram que já não era possível atualizar o aplicativo, nem acessar a página sem uma rede privada virtual (VPN).

Publicidade

O Instagram entrou na lista de sites com “acesso restrito” publicada pela agência reguladora de Telecomunicações do país, a Roskomnadzor. Assim está também, Facebook, Twitter, e veículos de comunicação críticos ao governo russo.

Na última sexta-feira (11), a Rússia anunciou a decisão de restringir o acesso ao Instagram, como uma resposta à mudança de política para discurso de ódio da Meta, quem controla o Instagram e também das plataformas Facebook e WhatsApp.

A empresa americana temporariamente mudou algumas regras para permitir que usuários das redes sociais em alguns países defendam atos de violência no contexto da guerra na Ucrânia.

Os russos acusaram a Meta de ser “extremista” e veicular mensagens que pediam o assassinato de russos. A empresa, nesta segunda-feira (14), mudou sua posição, bloqueando mensagens que defendam a morte de chefes do Estado, nas páginas da Ucrânia.

Publicidade

Na Rússia, Intagram maior do que Facebook

Essa decisão deve ter grandes impactos que vão além da disputa entre o governo russo e a companhia americana, já que o aplicativo é bem popular pelo país. A rede social tem 80 milhões de usuários russos, de acordo com o diretor Adam Mosseri.

Segundo um comunicado do governo da Rússia, o país deu aos usuários russos 48 horas para transferirem suas fotos e vídeos para outras redes sociais e notificarem seus contatos e clientes.

O Instagram é muito mais usado pelos russos do que o Facebook, a rede social com mais usuários no mundo, de acordo com dados da consultoria eMarketer publicados pela agência France Presse. O Facebook tinha 7,5 milhões naquele país em 2021, o equivalente a 7,3% dos internautas, contra 51 milhões no Instagram.

Publicidade