PORTOS DA UCRÂNIA

Papa Francisco pede que trigo não seja usado como arma de guerra

De acordo com a Ucrânia, um dos maiores produtores mundiais do trigo, 22 milhões de toneladas estão detidas.

papa-francisco-pede-que-trigo-nao-seja-usado-como-arma-de-guerra
Papa Francisco (Crédito: Franco Origlia/Getty Images)

O papa Francisco pediu à Ucrânia que não use o trigo como arma de guerra. O pedido feito nesta quarta-feira (1º) foi para que a comunidade internacional desbloqueie os grãos retidos, devido à guerra, nos portos da Ucrânia.

Publicidade

“É muito preocupante o bloqueio das exportações do trigo da Ucrânia, do qual dependem as vidas de milhões de pessoas, especialmente dos países mais pobres. Dirijo um forte apelo para que sejam feitos todos os esforços para resolver esta questão e para garantir o direito humano universal à alimentação. Por favor, que o trigo, um alimento básico, não seja usado como arma de guerra”, disse Francisco segundo informações da CNN.

De acordo com a Ucrânia, um dos maiores produtores mundiais do trigo, 22 milhões de toneladas estão detidas. Um levantamento da MLB, ao qual a CNN teve acesso, mostrou que, no Brasil, o preço do trigo disparou 130% entre janeiro de 2020 e abril de 2022. Isso tudo pode ser em decorrência da pandemia da Covid-19 e da guerra na Ucrânia.

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade