Sony adquire Bungie por US$ 3,6 bilhões

Bungie, empresa norte-americana é criadora do jogo Destiny e da franquia Halo, e já pertenceu à Microsoft

Sony adquire Bungie por US$ 3,6 bilhões
Segundo a Sony, a Bungie vai continuar sendo um estúdio multiplataforma, com a opção de “publicar e alcançar jogadores onde quer que eles escolham jogar” (Créditos: Tomohiro Ohsumi/Getty Images)

Após o anúncio da Microsoft, que adquiriu umas das maiores empresas de Games, a Activision Blizzard, por US$ 68,7 bilhões, a Sony Interactive Entertainment, também se movimentou e  anunciou na segunda-feira (31) a compra da Bungie, empresa norte-americana criadora do jogo Destiny e da franquia Halo, por US$ 3,6 bilhões de dólares.

Publicidade

Segundo informações do site gamesindustry.biz, quando a compra for concretizada de fato, a Bungie será uma subsidiária independente da Sony, que será comandada por uma diretoria que terá o atual CEO e presidente Pete Parsons e outros líderes atuais da empresa.

Segundo a Sony, a Bungie vai continuar sendo um estúdio multiplataforma, com a opção de “publicar e alcançar jogadores onde quer que eles escolham jogar”, o que indica que, independente da aquisição, a empresa terá a liberdade de colocar seus novos títulos em outras plataformas, como a Xbox, da concorrente Microsoft.

Dos anos 2000 a 2007, a Bungie pertenceu à Microsoft, ano em que se tornou uma desenvolvedora de jogos independentes. A empresa de 2010 a 2019, ainda atuou em parceria com Activision,  que trabalhou como publisher de Destiny 1 e 2.

No dia 18 de janeiro, a compra da Activision Blizzard pela Microsoft, causou uma série de memes com a Sony. Dois dias depois, Phil Spencer, chefe de jogos eletrônicos na Microsoft, disse que a empresa planeja manter o Call of Duty, um dos jogos mais importantes para a indústria, também no PlayStation.

Publicidade

Este é um passo importante em nossa estratégia de expandir o alcance do PlayStation para um público muito mais amplo. Entendemos como a comunidade da Bungie é vital para o estúdio e esperamos apoiá-los enquanto eles permanecem independentes e continuam a crescer. Assim como a Bungie, nosso comunidade é essencial para o DNA do PlayStation e nossa paixão compartilhada pelo jogador e em construir o melhor lugar para jogar agora evoluirá ainda mais — disse o CEO e presidente da Sony Interactive Entertainment, Jim Ryan, em comunicado reproduzido pela gamesindustry.biz.

Publicidade