Ucrânia acusa Rússia de matar agente do serviço de emergência

O ataque teria ocorrido depois que a equipe de resgate do Serviço de Emergência tentava eliminar um incêndio causado por um bombardeio russo

Ucrânia acusa Rússia de matar agente do serviço de emergência
Ao extinguir o fogo inimigo, os soldados teriam disparado contra o grupo (Créditos: Pierre Crom/Getty Images)

O Serviço de Emergência da Ucrânia está afirmando que tropas da Rússia mataram a tiros, nesta sexta-feira (18), um bombeiro do grupo em ataque na região de Zaporozhye. De acordo com a agência de notícias Interfaz, os ucranianos ainda estão dizendo que outras cinco pessoas ficaram feridas no ataque.

Publicidade

O ataque teria ocorrido depois que a equipe de resgate do Serviço de Emergência tentava eliminar um incêndio causado por um bombardeio russo. Ao extinguir o fogo inimigo, os soldados teriam disparado contra o grupo.

Bombeiro sênior da 4ª brigada de incêndio, Yevgeny Donets, teria sido o agente morto. Outros cinco bombeiros teriam sofrido ferimentos de diferentes graus de gravidade e foram hospitalizados.

Kiev tem mais de 220 mortos

Há três semanas atrás iniciou a invasão russa na Ucrânia, cerca de 222 pessoas, incluindo 56 civis entre eles quatro crianças, morreram em Kiev, informou a prefeitura da capital da Ucrânia nesta sexta-feira (18).

Um total de 889 pessoas, incluindo 241 civis, também se feriram nesta cidade desde o início dos ataques em 24 de fevereiro, disseram as autoridades locais no Telegram. Entre as pessoas feridas estão cerca de 18 crianças, três motoristas de ambulância e um médico de emergência, de acordo com a Câmara Municipal, que também registrou danos em 36 edifícios residenciais e 10 escolas.

Publicidade