Ucrânia rejeita prazo para entregar Mariupol

O Mistério da Defesa russo havia afirmado que a Ucrânia tinha um prazo de até as primeiras horas do dia 21 para entregar Mariupol

ucrania-rejeita-prazo-para-entregar-mariupol
Civis sendo evacuados na Ucrânia (Créditos: Chris McGrath/Getty Images)

Iryna Vereshchuk, vice primeira-ministra ucraniana, rejeitou neste domingo (20) o prazo para entregar Mariupol, definido pelo governo russo. A declaração foi feita através do jornal ucraniano Ukrainska Pravda.

Publicidade

 “Não se pode falar em rendição, deposição de armas. Já informamos o lado russo sobre isso. Em vez de perder tempo com 8 páginas de cartas, basta abrir um corredor [humanitário]”, afirmou. Anteriormente, o Mistério da Defesa russo havia afirmado que a Ucrânia tinha um prazo de até as primeiras horas do dia 21 para entregar Mariupol.

A diferença do horário ucraniano para o horário de Brasília é de 5 horas. A cidade de Mariupol está sitiada pelas forças russas desde o início da invasão russa ao território ucraniano.

Entenda o conflito

Desde a quinta-feira, 24 de fevereiro, Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade