Voltou Atrás

Vice do Paraguai, acusado de corrupção pelos EUA, desiste de renúncia

Velázquez é considerado uma pessoa de confiança do ex-presidente Horacio Cartes.

Vice do Paraguai, acusado de corrupção pelos EUA, desiste de renúncia
O político está proibido de entrar nos EUA (Créditos: Reprodução/Redes sociais)

O vice-presidente do Paraguai, Hugo Velázquez, decidiu que não vai mais renunciar após acusações de corrupção feitas, em parte, pelos Estados Unidos. O país de Joe Biden afirmou que Velázquez estaria envolvido em “esquemas significativos de corrupção”.

Publicidade

“Quando dei minha palavra de renunciar, presumi que havia uma investigação contra mim, mas ontem [quarta-feira, 17] recebi um parecer do Ministério Público que indica que não há causa contra mim”, afirmou o vice-presidente em entrevista coletiva nesta quinta-feira (18).

Segundo Velázquez, o presidente Mario Abdo Benítez entende e respeita sua decisão. Velázquez é considerado uma pessoa de confiança do ex-presidente Horacio Cartes e foi integrado à chapa do atual mandatário em um acordo que uniu diferentes alas do Partido Colorado.

“Muitos setores me pediram para que eu interrompesse minha renúncia. O povo merece saber pelo menos o motivo pelo qual eu me demiti do cargo, para que não fique na história que o fiz por corrupção”, disse o vice-presidente do Paraguai, Hugo Velázquez.

 

Publicidade