Policial fica ferido após ataque com faca de eleitor

No Rio Grande do Sul, policial da seção eleitoral foi alvo de um dos eleitores, que o atacou e foi preso em flagrante logo depois do episódio

Policial ficou ferido após ataque de faca
Braço do policial sofreu corte superficial após ataque (Crédito: BM / Divulgação / CP)

No começo da tarde deste domingo (02), um policial ficou ferido no estado do Rio Grande do Sul após ser atacado por um dos eleitores. Esse foi o primeiro registro de lesão corporal no território gaúcho. A informação foi divulgada inicialmente pela “Folha de São Paulo”.

Publicidade

De acordo com as informações, o eleitor utilizou uma faca para ferir a autoridade de segurança, que sofreu um corte no braço, mas não precisou de atenções maiores por parte dos médicos presentes no local. O agressor foi preso em flagrante e levado à delegacia para prestar depoimento sobre o caso.

Publicidade

Tudo começou quando o rapaz tentou ingressar na seção com uma faca. Obviamente, os mesários optaram por chamar a Brigada Militar, que tentou convencer o homem a abrir mão do objeto. No entanto, a discussão se alastrou e terminou com o policial ferido.

Até o presente momento, a Secretaria de Segurança Pública não divulgou a identidade do agressor por motivos de segurança. O triste episódio aconteceu no Colégio Estadual Dr. Dorvalino Luciano de Souza, localizado em Cerro Grande, na região das Missões.

Além da prisão relatada, o Rio Grande do Sul registrou cinco detenções no total por conta de crimes eleitorais. Os quatro primeiros registros foram casos de boca de urna em locais de votação. Canoas teve um relato de infração e Guaíba teve outros três.

Publicidade

OUTRO CRIME!

No mesmo molde, o estado de São Paulo registrou um caso de esfaqueamento na região de Embu das Artes. No entanto, nenhuma informação detalhada sobre o estado de saúde da vítima foi divulgada. O episódio está sendo investigado pela polícia paulista.


 

Publicidade