campanha eleitoral

Romeu Zema, governador reeleito em Minas, declara apoio a Bolsonaro no segundo turno

Em Minas Gerais, Lula obteve vantagem no primeiro turno, com 48,29% dos votos registrados para presidente da República. 

romeu-zema-governador-reeleito-em-minas-declara-apoio-a-bolsonaro-no-segundo-turno
Romeu Zema em pronunciamento, ao lado de Jair Bolsonaro (Créditos: Reprodução/ Instagram)

Romeu Zema, o governador reeleito em Minas Gerais, declarou nesta terça-feira (04) apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL), no segundo turno da eleição presidencial. A votação acontecerá em 30 de outubro.

Publicidade

Neste domingo (02), no primeiro turno, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve 48,43%, totalizando 57,2 milhões de votos. Jair Bolsonaro, atual presidente, ficou atrás, com 43,20% dos votos, que representam 51 milhões de eleitores. Em Minas Gerais, Lula obteve vantagem, com 48,29% dos votos registrados para presidente da República no estado.

Reeleito no primeiro turno, Romeu Zema teve 56,18% dos votos válidos. Zema anunciou apoio a Bolsonaro após uma reunião com o presidente no Palácio da Alvorada, em Brasília. Braga Netto, candidato a vice na chapa do PL, também participou do encontro.

“Momento em que o Brasil precisa caminhar pra frente. Acredito muito mais na proposta do presidente Bolsonaro do que na proposta do adversário [Lula]”, afirmou Zema.

Bolsonaro agradeceu o apoio do governador Romeu Zema. “Sempre tivemos diálogo muito franco, nada tratado entre nós visava outros interesses a não ser o futuro do estado e, da nossa parte, do Brasil. O governador Zema passou um breve filme do que foi a gestão do PT para seu estado, e podemos dizer a mesma coisa sobre o Brasil”, afirmou o presidente. “Esse apoio do governador Zema é muito bem-vindo. Segundo estado maior colégio eleitoral. Decisivo”, completou.

Publicidade

 

Ver essa foto no Instagram