NOBEL PARA GUEDES

Filhos de Bolsonaro lançam campanha para dar Nobel à Paulo Guedes

Apesar do abaixo-assinado, os indicados são escolhidos pela Academia Real de Ciências da Suécia sem influência de votação popular.

Campanha conta com quase 20 mil assinaturas (Créditos: Andressa Anholete/Getty Images)

Eduardo e Flávio Bolsonaro (PL) lançaram nas redes sociais neste domingo (7) uma campanha para que o ministro da economia Paulo Guedes seja indicado ao prêmio Nobel da Economia. A iniciativa já conta com 19 mil assinaturas.

Publicidade

“Já tinha nome consolidado e estabilidade financeira, mas juntou-se a Bolsonaro e pegou o Brasil na sua pior crise política, ética e econômica de sua história. Some a isso 1 pandemia e 1 guerra”, escreveu Eduardo em seu Twitter.

No texto do abaixo-assinado é reforçada a ideia de que Paulo Guedes fez feitos extraordinários ao liderar a economia do Brasil diante de uma pandemia e uma guerra. As ações do ministro são elogiadas de ‘técnicas e rápidas’ e é dito que elas “conseguiram salvar empresas e população com auxílios emergenciais bem dirigidos. ”

A argumentação do texto da campanha segue alegando que as medidas de Paulo Guedes se tornaram modelo para o resto do mundo em recuperação após a pandemia.

Publicidade

No entanto, a escolha de indicados para o prêmio Nobel de Economia, bem como de qualquer outra categoria, não é feita por votação popular como Eduardo Bolsonaro está promovendo, o que torna muito improvável algum real retorno para Guedes dessa campanha. As indicações são feitas através de avaliações sigilosas que não abordam medidas de governo, mas sim estudos e projetos.

Confira a campanha e seu texto aqui.

Publicidade