O cachorro que ajuda crianças com medo de agulha a se vacinarem

Goldendoodle de seis anos é parte de uma equipe de 14 cachorros de terapia, que acompanham pacientes e seus papais durante internação.

O cachorro que ajuda crianças com medo de agulha a se vacinarem
Créditos: Reprodução Facebook Rady Children’s Hospital-San Diego

No hospital infantil de San Diego, na Califórnia, tem um membro especial: Ollie, um Goldendoodle (mistura de golden com poodle) de seis anos, Ollie é um cachorro que ajuda crianças com medo de agulha a se vacinarem.

Publicidade

Na Califórnia, crianças de 5 a 11 anos já podem se vacinar contra a Covid-19, mas muitas morrem de medo de agulha. O cachorro ajuda crianças com medo e ansiedade a vencerem essa barreira e se vacinarem.

Ele faz parte de uma equipe de 14 “cachorros de terapia“, treinados para atrair a atenção dos pequenos medrosos.

A expectativa de uma espetada fez Avery Smith, de 9 anos, chorar, mas então Ollie entrou e sentou-se aos pés dela. A mãe de Avery, Kelli Donahue, tirou uma foto dela com o cachorro e a irmã Olive, de 6 anos. O trauma passou rapidinho.

Isso me ajudou porque eu nunca tomei uma vacina Covid antes e não sabia como era. Mas quando eu vi o cachorro, me acalmei”, disse Avery.

Publicidade

Seu trabalho é levar um pouco de alegria a pacientes do hospital infantil, a maioria internado com câncer ou outras doenças que drenam a energia dos pacientes.

Antes da vacina, os cães já tinham a função de levar alegria aos pacientes internados no hospital infantil, muitos deles lutando contra o câncer ou outras doenças graves.

Nossos voluntários caninos ajudam a aliviar a ansiedade de nossos pacientes e promovem tempos de recuperação mais curtos. Eles fornecem experiências significativas para pacientes, famílias e funcionários.”, diz o site da instituição.

Publicidade

Os cãezinhos do programa de terapia fazem aproximadamente 15.000 visitas ao leito e 1.000 visitas à sala de jogos por ano. Cada cão é escoltado até o hospital por seu tratador / proprietário, juntamente com um acompanhante voluntário. As visitas geralmente duram cerca de cinco minutos e ocorrem com o consentimento do paciente, pais / responsáveis ​​e equipe médica, segundo catraca livre.

Veja abaixo mais informações sobre o programa.

”Que ótimo dia. Ollie faz parte do nosso programa PetSmart Paws. O programa ajuda a reduzir o estresse de hospitalização e doenças.”

Publicidade