foragido

Chefe do tráfico do Castelar é preso no Maracanã enquanto via jogo do Fluminense

De acordo com a Polícia Militar, ele também é responsável por diversos homicídios em Belford Roxo.

foragido-chefe-do-trafico-do-castelar-e-preso-no-maracana-enquanto-via-jogo-do-fluminense
Marco Aurelio dos Santos Rocha saindo preso do estádio (Créditos: Reprodução/ Redes Sociais)

Apontado como chefe do tráfico de drogas do Complexo do Castelar, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, foi preso nesta quarta-feira (17) enquanto assistia ao jogo do Fluminense, no estádio do Maracanã. A equipe disputava as quartas de final da Copa do Brasil e se clafissicou para as semifinais.

Publicidade

Marco Aurelio dos Santos Rocha, conhecido como Foka, utilizava um uniforme, com seu apelido estampado, quando foi preso no estádio. De acordo com a Polícia Militar, havia dois mandados de prisão contra Marco Aurelio por tráfico.

Além disso, ainda segundo a polícia, ele é responsável por diversos homicídios em Belford Roxo. A operação para que o foragido fosse preso no Maracanã envolveu policiais do 39º BPM (Belford Roxo) e do Batalhão Especializado em Policiamento em Estádios (Bepe), segundo o portal g1.

Foka é réu em uma ação penal após uma  investigação da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) que investigou o tráfico no Castelar entre janeiro e setembro de 2021.  De acordo com a Polícia Civil, Marco Aurelio teria sido escolhido para entegrar o tráfico no Castelar por um dos principais nomes do Comando Vermelho, Edgar Alves de Andrade, conhecido como Doca.

Publicidade