Doença Infecciosa

Mourão afirma que sumiço de Bolsonaro se deve à erisipela

O vice-presidente disse que Bolsonaro não consegue se vestir para trabalhar.

Mourão afirma que sumiço de Bolsonaro se deve à erisipela
Segundo Mourão, presidente Jair Bolsonaro sofre de erisipela (Crédito: Andressa Anholete/Getty Images)

O vice-presidente da República Hamilton Mourão (Republicanos) afirmou nesta quarta-feira (16) que o sumiço do presidente Jair Bolsonaro (PL) é causado por uma doença chamada erisipela. De acordo com Mourão, a doença impede o chefe do Executivo de se vestir formalmente para o trabalho.

Publicidade

“É questão de saúde. [Bolsonaro] Está com uma ferida na perna, uma erisipela. Não pode vestir calça, como é que vai vir pra cá [Planalto] de bermuda?”, afirmou o senador eleito pelo Rio Grande do Sul em entrevista ao jornal O Globo.

De acordo com a Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde, a erisipela é “um processo infeccioso da pele, que pode atingir a gordura do tecido celular, causado por uma bactéria que se propaga pelos vasos linfáticos. Pode ocorrer em pessoas de qualquer idade, mas é mais comum nos diabéticos, obesos e nos portadores de deficiência da circulação das veias dos membros inferiores”.

A porta de entrada para a bactéria pode ser um machucado, uma picada de inseto, frieiras ou micoses de unhas. A erisipela que acomete Bolsonaro não é uma doença contagiosa, uma vez que a contaminação secundária acontece do contato com as feridas. Entre os principais sintomas da infecção estão calafrios, febre alta, tremores, fraqueza, mal-estar, náuseas e vômitos. O tratamento é feito com antibióticos após um diagnóstico clínico.

Publicidade