retomada do setor

“O turismo é a bola da vez”, diz secretário do Guarujá, Fabio Santos

Com otimismo e muito trabalho, o secretário de Turismo do Guarujá, Fabio Santos, fala do envolvimento de toda a população da cidade para receber o visitante de braços abertos após a pandemia!

Secretário de Turismo do Guarujá
(Crédito: Arquivo pessoal)

Com otimismo e muito trabalho, o secretário de Turismo do Guarujá, Fabio Santos, falou, em entrevista exclusiva, do desafio de recuperar o setor  após a pandemia. Um problema que ele teve que encarar logo no primeiro ano à frente da pasta, cuja solução pode servir de exemplo para outros gestores.

Publicidade

De acordo com o secretário, a cidade, que fica a 95 km da capital paulista,  precisou se reinventar. Para isso, foi necessário o engajamento de toda a população.   “Era preciso receber bem o turista, proporcionar a ele uma nova experiência. Por isso, cada munícipe precisaria ser uma espécie de ‘vendedor’, que indica as melhores atrações da cidade”, explica.

Ele lembra que, de repente,  o município ficou vazio e os eventos estancaram. “Mas, uma coisa não saiu da minha cabeça: Eu sabia que, quando o turismo voltasse, seria com força total. As pessoas estavam trancadas, iria existir uma demanda reprimida”, afirma.

Fabio conta como foi  trabalhar o aumento de oferta turística. “Era preciso mostrar que, além das 27 praias ao longo da ilha, há  muitas atrações na cidade para que o turista tenha boas experiências durante o ano inteiro. Por exemplo, acabou de acontecer o 2º Festival de Balonismo, que foi um sucesso. Além disso, o visitante pode aproveitar nosso turismo de aventura, que não era amplamente divulgado”, conta.

A entrevista completa, você confere aqui!

Publicidade