PF faz ação contra suspeitos de receptar ouro de garimpos clandestinos

A ação da PF acontece por várias cidades do país

PF faz ação contra suspeitos de receptar ouro de garimpos clandestinos
(Créditos: Getty Images)

A Polícia Federal (PF) cumpre dez mandados de busca e apreensão em uma operação realizada hoje (5) contra suspeitos de receptação de ouro extraído de áreas clandestinas de garimpo. As diligências acontecem na capital paulista, em Alta Floresta e nos municípios paraenses de São João de Pirabas, Itaituba e Belém.

Publicidade

A Justiça Federal em São Paulo também determinou o bloqueio de R$ 146 milhões em contas bancárias e investimentos, além da apreensão de uma aeronave usada no transporte de ouro. Segundo a PF, foi esse o montante de ouro comercializado ilegalmente pelos suspeitos.

As investigações começaram em agosto do ano passado, com a apreensão de 52 quilos de ouro em barras no Aeroporto Campo de Marte, zona norte paulistana. De acordo com a polícia, a carga não tinha documentação fiscal. A perícia apontou indícios de que o minério veio de áreas de garimpo clandestino no norte do país.

De acordo com a PF, parte do ouro era usado para fabricação de joias na Itália.

Além dos crimes de usurpação de bens da União, devido a exploração mineral clandestina, e receptação do ouro ilegal, os envolvidos também podem responder por sonegação fiscal.

Publicidade