Senadores repercutem ataque de Wagner Rosário contra Tebet

Ministro da CGU pede desculpas após chamar senadora de ‘descontrolada’ na CPI

Senadores repercutem ataque de Wagner Rosário contra Tebet
(Crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado)

Durante sessão da CPI da Covid nesta terça-feira (21), a senadora Simone Tebet (MDB/MS) foi alvo de machismo por parte do depoente, o ministro Wagner Rosário, da CGU. Ela foi chamada de “descontrolada” após ter criticado a atitude do ministro em relação ao presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) e ao processo de aquisição pelo governo federal da vacina Covaxin.

Publicidade

Na sessão desta quarta-feira (22), a senadora agradeceu ao apoio dos colegas.

O ministro Wagner Rosário, pediu desculpas a senadora por meio de sua rede social. “Senadora @SimoneTebetms. Apesar de tê-lo feito pessoalmente, reitero meus pedidos de desculpas caso minhas palavras tenham lhe ofendido. Às vezes, no calor do embate, somos agressivos inconscientemente. Estendo minhas desculpas a todas mulheres que tenham se sentido ofendidas.”

Em entrevista ao Grupo Perfil, a senadora falou do trabalho à frente da Comissão. Confira!

Publicidade