Apresentando o novo F1 Safety Car e Medical Car

Para a temporada 2022 da maior competição automobilística do mundo, a FIA escolheu o Mercedes AMG GT 63 S 4MATIC+

apresentando-o-novo-f1-safety-car-e-medical-car
Imagem ilustrativa (Crédito: Canva Fotos)

A temporada 2022 da Fórmula 1 promete (e esperamos) fortes emoções. Com duas equipes que parecem imbatíveis (Mercedes e Red Bull) e os avanços da Ferrari como equipe “chefe” do pelotão que segue essas equipes, novas regras técnicas e algumas modificações no regulamento podem tornar este campeonato um evento tão ou mais interessante do que a do ano passado que terminou com a coroação de Max Verstappen como Campeão do Mundo.

Publicidade

No entanto, apesar do triunfo do piloto holandês, o título de Construtores permaneceu nas mãos da equipe alemã pela oitava vez consecutiva.

Além dos números, o que é concreto é que no dia 18 de março a nova temporada abre com o Grande Prêmio do Bahrein, e lá também serão lançados dois novos carros, o Safety Car (safety car) e o Medical Car (medical car). neste caso será o Mercedes-AMG GT Black Series e o GT 63 S 4MATIC+.

Mercedes-AMG GT Black Series: o novo Safety Car

Para esta temporada, os engenheiros de desenvolvimento da fábrica de Affalterbach (onde está localizada a sede da AMG) criaram algo completamente novo: a sinalização tradicional, localizada como uma barra de luz no teto do veículo, foi incorporada ao para-brisa superior área do AMG GT Black Series. Na mesma linha, as lanternas traseiras foram elegantemente integradas ao spoiler traseiro. Com este novo design é alcançado um cuidadoso equilíbrio aerodinâmico. Todas as funções de sinalização são produzidas através de luzes LED de reação rápida e eficiência energética.

Na frente, três pequenos módulos de luz laranja e um grande módulo verde estão posicionados em ambos os lados do logotipo AMG, na altura das palas de sol. Na asa superior principal da asa traseira há 13 luzes laranja: três nas bordas externas de cada lado que brilham constantemente e mais sete luzes no centro que piscam quando necessário. Há também quatro outros módulos de LED verdes mais amplos.

Publicidade

Duas pequenas câmeras de vídeo são instaladas no spoiler do lado direito e suas imagens são exibidas dentro do carro. Uma câmera serve como espelho retrovisor eletrônico para o passageiro, enquanto a outra transmite imagens de TV ao vivo.

Mas o que essas luzes de segurança significam? Laranja: Assim que o pace car entra em serviço, os LEDs laranja acendem. Essas luzes que piscam na seção central na parte traseira e brilham constantemente em ambos os lados na frente significam que você não pode ultrapassar o pace car.

Verde: Se o AMG GT Black Series entrar na pista e ativar as luzes verdes, isso indica aos pilotos que eles podem ultrapassar o pace car.

Publicidade

O interior do Official F1 Pace Car é o mesmo do AMG GT Black Series padrão com o pacote opcional Track, incluindo proteção contra capotamento. A gaiola de proteção leve feita de titânio tubular aparafusado consiste em uma estrutura principal, um grampo de fixação do cinto, dois grampos traseiros e uma cruz diagonal na parte traseira. O sistema aumenta ainda mais a já excelente rigidez do veículo e, portanto, tem uma influência positiva no desempenho do veículo. Também melhora a segurança passiva.

Ao serviço das exigências da pista

A FIA define um perfil de trabalho exigente para o pace car: ele deve ser capaz de guiar carros de F1 com segurança pela pista e em situações extremas. O pace car não pode ser conduzido muito devagar, pois isso pode fazer com que os pneus e freios dos carros de Fórmula 1 fiquem muito frios e seus motores superaqueçam.

É por isso que o carro de segurança da F1 é preparado com suspensões especiais feitas pelos engenheiros de Affalterbach e com freios cerâmicos de alto desempenho. O mesmo se aplica à aerodinâmica com um grande avental dianteiro, asas adicionais, um divisor dianteiro maior e a aresta de corte vertical no avental traseiro. Juntamente com o spoiler traseiro de duas lâminas com uma aba adicional controlada eletronicamente, a aerodinâmica fornece ao AMG GT Black Series uma força descendente e equilíbrio ideais. Aceleração e velocidade máxima são mais do que suficientes para o trabalho. A versão de série do Mercedes-AMG GT Black Series completa a aceleração dos 0 aos 100 km/h em 3,2 segundos e atinge uma velocidade máxima de 325 km/h.

Publicidade

Mercedes-AMG GT 63 S 4MATIC+, novo carro médico oficial da F1

Está preparado para oferecer uma resposta rápida e é tripulado por até três médicos, incluindo o coordenador de resgate da FIA. A ocupar os bancos traseiros estão um ou dois médicos locais, provenientes de uma clínica especializada próxima da respetiva pista.

Durante a primeira volta de cada corrida, o carro médico acompanha o grupo de veículos porque é uma fase crítica da competição. Em caso de incidente, os médicos podem chegar rapidamente ao local do acidente para prestar os primeiros socorros imediatamente. Durante cada corrida, o carro médico oficial da F1 espera no pit lane ao lado do safety car.

Os socorristas são mantidos firmemente no lugar, mesmo em altas velocidades, graças a quatro assentos individuais, incluindo cintos de seis pontos nos bancos dianteiros e cintos de quatro pontos na parte traseira.

Publicidade

Os consoles dos assentos são soldados ao piso do carro. A unidade do interruptor FIA é a mesma do pace car, mas neste caso está localizada no painel central. Um rádio facilita a comunicação com a equipe responsável pela corrida.

Para acompanhar a competição, há três tablets e um monitor adicional para o retrovisor eletrônico montado no painel do lado do passageiro. Como o carro de segurança, o carro médico também tem acesso InCar e WLAN.

Mas, além disso, a característica que define este Medical Car é que ele é considerado o carro médico mais rápido da história da F1. Para atingir essa condição, ele usa um motor V8 biturbo de 4,0 litros que oferece uma potência máxima de 639 cv que permite acelerar de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos. Sua velocidade máxima é de 315 km/h. Assim como o pace car, seu motor V8, transmissão AMG SPEEDSHIFT MCT 9G, coxins dinâmicos do motor e diferencial eletrônico com travamento traseiro são os mesmos da versão regular de estrada.

Outra vantagem sobre o C 63 S de tração traseira é a tração integral AMG Performance 4MATIC+ totalmente variável, que garante ótima tração e máxima segurança de condução mesmo com mau tempo e chuva torrencial.

*Texto publicado originalmente no site Parabrisas, da Editora Perfil Argentina.