NOVO MONZA

Chevrolet Monza adota um restyling

O sedã receberá uma reforma de meia-idade que antecipa como serão os novos modelos da marca. Em alguns mercados, substitui o Cruze.

Novo estilo terá sistema multimídia integrado semelhante ao do Mercedes-Benz MBUX (Créditos: Divulgação)

A Chevrolet tem um modelo muito relevante em vários mercados chamado Monza ou Cavalier dependendo do país. Por exemplo, na América, um dos países onde tem melhor desempenho é o México.

Publicidade

Lá, ficou encarregada de substituir o Cruze, modelo que é e fez muito sucesso, e atualmente é produzido apenas na Argentina, para abastecer não só o mercado local, mas também alguns destinos internacionais.

Dessa forma, o representante da Chevrolet no segmento de sedãs médios foi dividido em dois: de um lado o Cruze (com vendas muito boas em mercados como a Argentina), enquanto do outro está o Monza, da China, onde A General Motors tem um dos centros de desenvolvimento mais importantes do mundo.

Agora, a marca de arcos apresentará uma reestilização de meia vida que já foi divulgada extraoficialmente, imagens que mostram que essa atualização apela a atrasos semelhantes aos da linha Onix.

A renovação do Monza também se concentra na atualização dos faróis, horizontais e finos, na grade, com dimensões maiores, no para-choque modificado e nas novas rodas, entre outros ajustes.

Publicidade

Por dentro ele adotará um painel semelhante ao Tracker RS em uma cabine que seria a mesma do

da nova Montana. O que mais chama a atenção é o sistema multimídia integrado aos instrumentos, semelhante ao Mercedes-Benz MBUX.

A mecânica ficaria a cargo de um propulsor 1.0 turbo com 124 cv e 17,3 kgm de torque, e um 1.3 turbo com 163 cv e 23,5 kgm de torque. Haverá opções de transmissão manual ou automática.

Publicidade