tensão

China faz maior exercício militar perto de Taiwan, após visita de Pelosi

O governo de Taiwan confirmou os exercícios, e disse que Pequim lançou 11 mísseis balísticos perto da ilha.

china-faz-maior-exercicio-militar-perto-de-taiwan-apos-visita-de-pelosi
Pequim defendeu os exercícios militares, assim como outras manobras, como  “justas e necessárias” (Créditos: Divulgação/ Ministério da Defesa da China)

As forças armadas da China realizaram nesta quinta-feira (4) o maior exercício militar, com munição real,em torno de Taiwan. A informação foi divulgada pela televisão estatal chinesa CCTV.

Publicidade

O governo de Taiwan confirmou os exercícios, e disse que Pequim lançou 11 mísseis balísticos perto da ilha. As atividades militares se deram após a visita da deputada norte-americana Nancy Pelosi a Taiwan. A visita não agradou Pequim, que considera a ilha como parte de seu território. Com isso, a tensão entre Estados Unidos e China aumentou.

“A partir das 12h de hoje (quinta) até 12h do dia 7 será realizado um importante exercício militar do Exército Popular de Libertação. Durante esses exercícios de combates reais, seis áreas principais ao redor da ilha foram selecionadas e, nesse período, todos os navios e aeronaves não devem entrar nas áreas marítimas e no espaço aéreo relevantes”, informou a CCTV.

“O Ministério da Defesa Nacional sustenta que manterá o princípio de se preparar para a guerra sem buscar a guerra, com a atitude de não escalar o conflito ou causar disputas”, disse em comunicado do governo de Taiwan.

No entanto, Pequim defendeu os exercícios militares, assim como outras manobras, como  “justas e necessárias”. “Na atual briga por conta da visita de Pelosi a Taiwan, os Estados Unidos são os provocadores e a China é a vítima”, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying.

Publicidade