Homem deverá pagar milhões por roubo de xarope de bordo

Em 2016, Richard Vallières, foi condenado por roubar 5.000 toneladas de xarope de bordo

Um homem que roubou xarope de bordo, foi condenado a pagar mais de US$ 9 milhões de dólares canadenses, nessa quinta-feira (31) pela Suprema Corte do Canadá. O roubo desse xarope produzido a partir da seiva de bordo aconteceu em 2012.

Publicidade

Richard Vallières e mais 15 pessoas roubaram 5.000 toneladas do xarope de um armazém a 150 km de Montreal. As 5.000 toneladas valem em torno de 18 milhões de dólares canadenses. A revenda fez com que os ladrões lucrassem US$ 10 milhões de dólares.

Vallières foi condenado em 2016 a oito anos de prisão e a pagar uma multa de mais de 9 milhões de dólares, por fraude, tráfico e roubo. A multa deverá ser paga em um prazo de 10 anos e caso não seja, o homem corre o risco de ficar mais seis anos preso. O xarope de bordo é popular na América do Norte e feito principalmente em Quebec.

A temporada de produção começou em março  na primavera, quando o gelo do inverno derrete e a extração da seiva se inicia. O post seguinte notificava a chega do Xarope. “É quase a época mais doce do ano – a temporada de produção do #MapleSyrup está chegando! O Canadá produz cerca de 80% do xarope de bordo do mundo? Não é à toa que a folha de bordo está na bandeira ???????? e sua calda é considerada o produto mais amado do Canadá!”

*Este texto contém informações reiteradas do site G1.