Convite formal

Otan convida formalmente Suécia e Finlândia para se juntarem à aliança militar

O estados-membros da Otan estão reunidos nesta semana em Madri, na Espanha, para discutir questões de segurança na Europa.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) convidou formalmente a Suécia e a Finlândia para se juntarem à aliança militar liderada pelos Estados Unidos,
Jens Stoltenberg, secretário-geral da Otan (Créditos: Denis Doyle/Getty Images)

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) convidou formalmente a Suécia e a Finlândia para se juntarem à aliança militar liderada pelos Estados Unidos, segundo um comunicado dos chefes de Estado e da Otan, divulgado nesta quarta-feira (29).

Publicidade

“Hoje, decidimos convidar a Finlândia e a Suécia a se tornarem membros da Otan e concordamos em assinar os Protocolos de Adesão”, disse o comunicado.

 Jens Stoltenberg, o secretário-geral da Otan, disse que, após o convite “precisamos de um processo de ratificação em 30 parlamentos; isso sempre leva algum tempo, mas também espero que seja rápido porque os aliados estão prontos para tentar fazer esse processo de ratificação acontecer o mais rápido possível.”

O estados-membros da Otan estão reunidos nesta semana em Madri, na Espanha, para discutir questões de segurança na Europa, em meio à invasão da Ucrânia pelas forças russas. A série de reuniões entre os líderes iniciou nesta terça-feira (28) e se encerrará nesta quinta-feira (30).

Para comentar o conflito, o encontro contou com a participação de Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, que fez um pronunciamento. Além disso, a aliança discutirá sobre a crescente influência da China na política mundial e os impactos das mudanças climáticas. O evento também possuí o intuito de redigir um novo Plano Estratégico, que definirá os valores, os objetivos e as funções da Otan para a próxima década.

Publicidade