Igreja Ortodoxa

Papa cancela encontro com líder da Igreja Ortodoxa russa

O Patriarca Kirill, líder da Igreja Ortodoxa russa, é favorável à guerra na Ucrânia e também é um aliado de Vladimir Putin.

a-saude-do-papa-francisco-uma-nomeacao-importante-traz-a-tona-o-fantasma-da-demissao
Papa Francisco (Créditos: Lisa Maree Williams/Getty Images)

O Papa Francisco afirmou nesta sexta-feira (22) que decidiu suspender encontro com o líder da Igreja Ortodoxa russa. O encontro aconteceria em junho e o Patriarca Kirill é favorável à guerra na Ucrânia, diferentemente de Francisco.

Publicidade

Além disso, Patriarca russo também é um aliado de Vladimir Putin. O Vaticano planejava o encontro entre os representantes em 14 de junho, em Jerusalém, após uma viagem do Papa Francisco ao Líbano. O pontífice informou ao jornal “La Nación” que o encontro foi suspenso por recomendações de diplomatas do Vaticano.

Segundo o portal G1, a posição favorável à guerra causou indignações e divisão em setores da Igreja Ortodoxa ao redor do mundo. O Papa Francisco vem criticando aberta e seguidamente a guerra na Ucrânia e até mesmo o líder russo, Vladimir Putin. Nesta sexta-feira (22), o conflito chega a seu 58º dia.

Entenda o conflito

Desde o dia 24 de fevereiro, Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade