Conflito Rússia x Ucrânia

Ucrânia enfrenta “lutas de rua” enquanto a Rússia entra em Kreminna, dizem autoridades

O comunicado foi feito pelo chefe da administração militar regional de Luhansk, por meio de um post no Facebook, nesta segunda-feira (18)

ucrania-enfrenta-lutas-de-rua-enquanto-a-russia-entra-em-kreminna-dizem-autoridades
Soldados ucranianos de Donbass (Créditos: Andrew Burton/Getty Images)

As forças russas entraram em Kreminna, cidade na região leste de Luhansk, enquanto a Rússia avança também para o oeste, em Donbass, disse um alto funcionário ucraniano. “Os russos entraram em Kreminna. As lutas de rua começaram”, afirmou Serhii Haidai.

Publicidade

O comunicado foi feito pelo chefe da administração militar regional de Luhansk, por meio de um post no Facebook, nesta segunda-feira (18). De acordo com Haidai, os russos entraram na cidade com “uma enorme quantidade de equipamento militares”. “A ofensiva começou”, completou ele.

O objetivo declarado da “operação militar especial” de Vladimir Putin era quebrar a resistência ucraniana em Kreminna e cidades de Luhansk, enquanto tentava avançar para as fronteiras da região de Donbass. Segundo a CNN, Haidai afirmou que a evacuação de civis neste momento é impossível.

“Planejamos a evacuação, literalmente pelos caminhos da floresta, para que as pessoas não fossem atacadas. Mas da noite para o dia a situação mudou. Enquanto os combates [irromperam] na cidade, é irreal contar os civis que permanecem lá”, disse ele.

Publicidade

Entenda o conflito

Desde o dia 24 de fevereiro, Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade