Fale conosco

O que vc está procurando?

Brasil

O caos na testagem dos professores em São Paulo

Depois de várias reclamações e denúncias, a prefeitura mudou a orientação da testagem dos professores nos Centros Educacionais Unificados

Testagem dos professores em São Paulo
Testagem dos professores em São Paulo (Canva Fotos)

Por Lilian Coelho

Filas e aglomeração. Foi este cenário que muitos professores encontraram no primeiro dia de testagem dos professores. Foram convocados pela prefeitura todos os profissionais de educação que atuam de forma presencial nas unidades municipais. 

Depois de várias reclamações e denúncias, a prefeitura mudou a orientação da testagem nos Centros Educacionais Unificados (CEUs).  

Qualquer funcionário de escola municipal precisava realizar o exame para a volta das atividades presenciais, prevista para o dia 12.  

Depois deste primeiro dia caótico, na terça-feira mudou a recomendação: os profissionais que quiserem podem fazer a testagem, sem obrigatoriedade. 

Em nota, a gestão municipal diz que reforçou o atendimento dos professores e servidores da educação e sugere que as aglomerações mencionadas por professores teriam sido provocadas pela “alta expectativa” dos profissionais na realização do teste sorológico. 

A prefeitura diz, ainda, que será oferecida a possibilidade de reagendamento de quem não conseguiu realizar o teste nesta segunda-feira (5).  

O processo continua até quinta-feira (8) e para tentar evitar confusões, a Secretaria de Educação divulgou novas datas e horários da testagem, que podem ser conferidas no site educacao.sme.prefeitura.sp.gov.br.  

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Perfil Brasil.