Outro Lado

Confira as músicas, livros e filmes preferidos dos candidatos à Presidência

De Édith Piaf a HQs da Liga da Justiça, a lista mostra um lado interessante e desconhecido dos candidatos.

Confira as músicas, livros e filmes preferidos dos candidatos à Presidência
Simone Tebet (MDB), Felipe D’Avila (Novo) e Soraya Trhonicke (União Brasil) (Crédito: Reprodução/Redes Sociais e Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O jornal Folha de S.Paulo divulgou uma série de músicas, livros e filmes preferidos dos candidatos à Presidência do Brasil. De Édith Piaf a HQs da Liga da Justiça, a lista mostra um lado interessante e desconhecido dos candidatos. Confira as músicas, livros e preferências dos candidatos:

Publicidade

Simone Tebet e as HQs

A candidata do MDB, Simone Tebet, lê desde Castro Alves, poeta romântico do século XIX, até HQs da Liga da Justiça. Entre suas leituras preferidas estão autores como Mário Quintana, Manoel de Barros e Fernando Pessoa, além dos já citados acima. Para ouvir, Tebet diz que prefere uma Elis Regina, Marisa Monte, uma Édith Piaf, além de Elvis Presley e Freddie Mercury. Para a Perfil Brasil, Simone também afirmou que a música que mais ouvia no momento era “Que País é Esse?”, da icônica banda brasiliense Legião Urbana.

Felipe D’Avila gosta de Vinicius

Ao questionário proposto pela Folha, o candidato Felipe D’Avila (Novo) revelou que seu compositor favorito é o carioca Vinicius de Moraes. Para o presidenciável, Vinicius ajuda a abrir novos horizontes. “Uma música que me ajudou a lapidar mais as palavras, a treinar o olhar para os detalhes e para os sentimentos. [Uma obra] Que me enriqueceu como ser humano é “Eu Sei que Vou Te Amar.”

Léo Péricles vem no samba

O candidato da Unidade Popular, Léo Péricles, vem no samba de Roberto Ribeiro, ex-jogador de futebol e respeitável intérprete de sambas. Na música que Léo mais gosta, Ribeiro canta ao som do batuque de um pandeiro: “Eu vou parar num canto/E me perguntar se vais compensar/Todo esse pranto que carrego/E eu nego que eu dou/Ah esse amor está fazendo/Tanta falta no meu mundo/Vou me perguntar, está?”

Vera Lucia gosta de Suassuna

Vera Lucia, do PSTU, disse que se filme favorito é “O Auto da Compadecida”, dirigido por Guel Arraes e adaptado de uma peça teatral pensada por Ariano Suassuna, notório expoente da cultura nordestina. “Numa forma lúdica, de comédia, ele denuncia a forma como o sertanejo vive e as suas dificuldades. Ao mesmo tempo, questiona os serviços públicos, a forma como a Igreja viu os grandes capitalistas”, afirmou a candidata à Folha.

Publicidade

Soraya Thronicke: o presente e o futuro

Um dos livros mais lidos do Brasil nos últimos tempos, “O Poder do Agora”, de Eckhart Tolle, é um dos preferidos de Soraya Thronicke (União Brasil). Para a candidata, o livro conta com muitos ensinamentos e aprendizados. “Entre outras frases incríveis deste livro, uma é muito especial para mim: ‘É necessário que as coisas acabem, para que as coisas novas aconteçam.” Em entrevista à Perfil Brasil, Soraya também revelou que gosta de rock e que sua música favorita é “Don’t You Forget About Me”, da banda Simple Minds.

Sofia Manzano e a crítica sambada

Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro escreveram “O Dia em que o Morro Descer e Não For Carnaval” para “condensar as principais contradições do capitalismo brasileiro”, disse a candidata do Partido Comunista Brasileiro, Sofia Manzano. “Além de ser um samba clássico, tem a capacidade de condensar as principais contradições do capitalismo brasileiro: violento, segregador, excludente”, pontuou.

Ciro Gomes (PDT), Jair Bolsonaro (PL), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Eymael (DC) são os candidatos que não responderam à Folha sobre suas músicas, livros e filmes favoritos.

Publicidade