Críticas ao presidente

Lula compara 7 de Setembro bolsonarista a reunião da Ku Klux Klan

A declaração aconteceu durante um comício em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

lula-e-preciso-preservar-atrativos-naturais-para-impulsionar-turismo
Luiz Inácio Lula da Silva (Créditos: Alexandre Schneider/Getty Images)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à Presidência da República, comparou os atos bolsonaristas do 7 de Setembro a “uma reunião da Ku Klux Klan”, organização racista, que prega supremacia branca nos Estados Unidos. A declaração aconteceu nesta quinta-feira (8), durante um comício em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Publicidade

“(Bolsonaro) roubou o direito do povo brasileiro de comemorar o dia da independência. Fez de uma festa do pais, uma festa pessoal. O ato do Bolsonaro parecia uma reunião da Ku Klux Klan. Só faltou o capuz. Não tinha negro, pardo, pobre, trabalhador…”, afirmou Lula.

Além disso, o ex-presidente prometeu a manutenção do auxílio de R$ 600, a partir de janeiro de 2023. Lula também afirmou que  pretende aumentar o salário mínimo todos os anos, de acordo com o crescimento da economia.

“A partir de janeiro, o salário mínimo vai aumentar todo ano de acordo com o crescimento da nossa economia. Aumentar o salário mínimo é aumentar o direito das pessoas comerem”, disse.

Publicidade