coligação Brasil da Esperança

TSE aprova candidatura da chapa de Lula e Alckmin à Presidência

Lula e Alckmin disputam a eleição candidatos pela coligação Brasil da Esperança, a maior entre todas em disputa.

TSE aprova candidatura da chapa de Lula e Alckmin à Presidência
(Créditos: Alexandre Schneider/Getty Images)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu hoje (8), por unanimidade, o registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. O registro do vice da chapa, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, também foi deferido. 

Publicidade

Ao julgar o pedido de registro de Lula, nesta quinta-feira (8), os ministros do TSE também rejeitaram por unanimidade três pedidos de impugnação que pesavam contra o candidato do PT.

Os questionamentos haviam sido apresentados por Pablo Marçal, que teve seu próprio registro de candidatura negado pelo TSE na última terça-feira (6). Ele alegou irregularidades no apoio a Lula declarado em convenção pelo Pros, partido pelo qual pretendia disputar a Presidência.

Todos os ministros seguiram o voto do relator, Carlos Horbach, para quem o caso relativo ao Pros já foi resolvido pelo TSE, que validou o apoio do partido a Lula.

Lula e Alckmin disputam a eleição candidatos pela coligação Brasil da Esperança, composta pela federações formadas entre PT-PV-PCdoB e PSOL-REDE, bem como pelos partidos PSB, Solidariedade, Avante e Agir.

Publicidade

Ao todo, nove partidos integram a coligação, que será a maior entre todas em disputa. Por esse motivo, a candidatura de Lula também conta com o maior tempo de campanha em rede nacional de rádio e televisão.