Epidemia de gripe no Rio de Janeiro deixa estados em alerta

Em três semanas, somente na capital do Rio de Janeiro, mais de 20 mil pessoas foram diagnosticadas

epidemia-de-gripe-no-rio-de-janeiro-deixa-estados-em-alerta
Epidemia de gripe (Crédito: Canva)

A epidemia de gripe no Rio de Janeiro deixa estados como São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo em alerta. O estado do Rio de Janeiro e cidades da região metropolitana da capital fluminense sofrem com o vírus da influenza H3N2. Em três semanas, só na capital mais de 20 mil pessoas já foram diagnosticadas.

Publicidade

Em São Paulo a prefeitura já nota um aumento de pessoas com sintomas gripais. No mês de novembro de 2021 foram 111 mil atendimentos de pessoas com sintomas gripais, sendo 56 mil suspeitos de Covid-19. Agora, em 15 dias do mês de dezembro são 91 mil atendimentos com quadro respiratório, sendo 45 mil suspeitos de Covid-19.

O governo do estado de São Paulo diz que há uma instabilidade dos sistemas federais para monitorar a situação e que além disso, se atenta que São Paulo faz fronteira com o Rio de Janeiro, no qual avança na epidemia e deixa os estados em alerta.

Em nota enviada à CNN, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informa que “solicitou ao Ministério da Saúde uma manifestação urgente quanto ao cenário epidemiológico da gripe no Brasil frente ao aumento de casos de Influenza no Rio de Janeiro e impacto nas análises epidemiológicas provocadas pelas falhas nos sistemas federais de notificação de doenças respiratórias”.

Espírito Santo e Minas Gerais são os outros estados que também estão em alerta. No caso do Espírito Santo já há um aumento de casos, mas sem apresentar um número considerável para ser apontado como epidemia. Em Minas Gerais o alerta e acompanhamento está mais intenso no estado vizinho.

Publicidade

Nas redes sociais, pessoas comentam como anda a situação em suas regiões.

Publicidade