AstraZeneca quer 3ª dose da vacina contra Covid-19 no esquema vacinal

Pedido é para que o imunizante seja também usado em pessoas que já receberam as duas primeiras doses

AstraZeneca quer 3ª dose da vacina contra Covid-19 no esquema vacinal
A terceira dose será aplicada naqueles que já tomaram a segunda dose há mais de cinco meses. (Créditos: Hélia Scheppa/SEI)

A AstraZeneca pediu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a inserção da terceira dose da vacina contra a Covid-19 junto ao esquema de imunização aprovado pela agência brasileira. A Anvisa divulgou a informação nesta quarta-feira (17).

Publicidade

Na terça-feira (16), o Ministério da Saúde comunicou que toda população com mais de 18 anos poderá tomar a dose de reforço da vacina contra a Covid-19. A única coisa que é pedida é esperar cinco meses após receber a segunda dose.

Segundo a Anvisa, o pedido da AstraZeneca prevê a vacinação homóloga, ou seja, aplicação da terceira dose em pessoas que já receberam as duas doses de início da mesma vacina da AstraZeneca há pelo menos seis meses.

A proposta que foi feita à agência abrange todas as idades que estão incluídas hoje na bula, adultos com 18 anos ou mais. O documento da AstraZeneca prevê que o ciclo de imunização está completo quando a pessoa toma duas doses.

“Para alteração na bula de qualquer medicamento ou vacina, os estudos clínicos devem demonstrar uma manutenção do perfil de segurança do produto e indicar a eficácia atingida com a dose adicional”, disse a Anvisa.

Publicidade

“O prazo para avaliação do pedido de inclusão de terceira dose é de até 30 dias, desde que não haja a necessidade de esclarecimentos adicionais, conforme prevê o artigo 7 da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 415/2020”, aponta o órgão federal.

Logo depois do início da aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19, em setembro, em idosos e imunossuprimidos, o Brasil vem disseminando a vacinação com a fração de reforço. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que o governo vai aplicar uma dose de reforço da vacina em toda a população acima de 18 anos.

A terceira dose será aplicada naqueles que já tomaram a segunda dose há mais de cinco meses. Além do público ter sido aumentado, o intervalo entre aplicações diminui, visto que antes o intervalo mínimo deveria ser de seis meses.

Publicidade

A dose de reforço deve ser, preferencialmente, a Pfizer ou alguma vacina diferente da que foi aplicada nas duas primeiras. Quem tomou duas doses da Pfizer, o Ministério da Saúde disse que ainda está decidindo qual será a dose de reforço a ser aplicada.

Segundo a pasta, os imunizantes que serão usados na terceira dose de todos os maiores de 18 anos serão AstraZeneca, Pfizer e Janssen.