Eleições 2022

Ciro diz que retomará conversa com União Brasil e PSD

Ciro Gomes afirmou que Sergio Moro era obstáculo para aliança com centro democrático.

ciro-diz-que-retomara-conversa-com-uniao-brasil-e-psd
O pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (Crédito: Geraldo Magela/Agência Senado)

O pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes disse nesta segunda-feira (18) que pretende dialogar com o União Brasil e PSD em busca de apoio nas eleições de outubro.

Publicidade

Durante o lançamento da pré-candidatura da senadora Leila Barros (PDT) ao governo do Distrito Federal, Ciro disse que não havia dialogado com lideranças do centro porque havia um obstáculo: o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil).

Publicidade

“Tive um jantar 15 dias atrás com a direção do União Brasil. Luciano Bivar e ACM Neto. E eles perguntaram se eu admitia entrar em uma dinâmica de conversas com essas outras pessoas. Eu disse a eles que, a mim, repugnava a ideia de sentar com um inimigo da República como o Sergio Moro. Parece que essa questão está vencida, portanto, a única restrição que eu fazia está superada”, disse.

Moro era pré-candidato à presidência pelo Podemos,  mas no fim de março, migrou para o União Brasil. A nova sigla  decidiu lançar como pré-candidato o presidente da legenda, Luciano Bivar. Em nota, Moro disse que “neste momento” abriria mão da disputa ao Planalto.

Ciro Gomes disse ainda que será preciso estabelecer um método para retomar as conversas. “Não pode ser um acordo de pretendes para replicar o que está aí”, acrescentou. O político disse que espera manter um diálogo com as legendas sobre a “causa da crise brasileira e as raízes que precisamos fazer para devolver ao Brasil o desenvolvimento”.

Publicidade