Mais uma Troca

Presidente da Petrobras é demitido

O Ministério de Minas e Energia já anunciou seu novo nome para o cargo, mas será necessária a aprovação do Conselho de Administração da Petrobras.

Presidente da Petrobras é demitido
Esta é a terceira troca no comando da empresa durante o atual governo (Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Nesta noite de segunda-feira (23), o Ministério de Minas e Energia anunciou a demissão do presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho. Ferreira Coelho comandou a presidência por 40 dias. Esta é a terceira troca na presidência da estatal durante o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Publicidade

Ferreira Coelho junta-se aos dois outros nomes dispensados: Roberto Castello Branco e Joaquim Silva e Luna. Para o lugar de Coelho, o nome indicado para ocupar o cargo de presidente da Petrobras é o de Caio Mário Paes de Andrade, auxiliar de Paulo Guedes no Ministério da Economia, que trabalhava como secretário de Desburocratização da pasta.

A indicação ainda precisa de aprovação do Conselho de Administração da Petrobras, no qual o governo tem o maior poder de voto por ser acionista majoritário da empresa.

Em nota, o Ministério de Minas e Energia anunciou a decisão:

“O Governo Federal, como acionista controlador da Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras, participa que decidiu promover alteração da Presidência da Empresa. O Governo consigna ao Presidente José Mauro os agradecimentos pelos resultados alcançados em sua gestão, frente a Petrobras. O Brasil vive atualmente um momento desafiador, decorrente dos efeitos da extrema volatilidade dos hidrocarbonetos nos mercados internacionais (…) Assim, o Governo Federal decidiu convidar o Sr. Caio Mário Paes de Andrade para exercer o Cargo de Presidente da Petrobras. O Sr. Caio Paes de Andrade é formado em Comunicação Social pela Universidade Paulista, pós-graduado em Administração e Gestão pela Harvard University e Mestre em Administração de Empresas pela Duke University.”

Publicidade

Publicidade