Cenário Otimista

FMI aumenta a projeção para o PIB brasileiro em 2022

A revisão das expectativas em torno do PIB brasileiro vai na contramão dos dados globais.

FMI aumenta a projeção para o PIB brasileiro em 2022
Atual Diretora-Geral do FMI, Kristalina Georgieva (Crédito: Samuel Corum/Getty Images)

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aumentou, nesta terça-feira (26), a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil para o ano de 2022. Em um relatório divulgado em março, a previsão era de que o país tivesse uma alta de 0,8% no PIB, mas com a nova estimativa esse número sobe para 1,7%.

Publicidade

A revisão das expectativas em torno do PIB brasileiro vai na contramão dos dados globais. Em relação ao mesmo relatório de março, a estimativa de crescimento para a economia mundial diminuiu de 3,8% para 3,2%. O mundo enfrenta uma forte crise no mercado internacional por conta do conflito entre Rússia e Ucrânia e pelos reflexos da fase aguda da pandemia de Covid-19.

Contudo, a previsão não indica que o Brasil seguirá melhor em 2023. Pelo contrário, segundo o FMI, a estimativa para o desempenho do PIB do Brasil em 2023 recuou. Em março, era esperada uma alta de 1,4% do país no ano que vem. No relatório divulgado nesta terça, o FMI vê uma expansão de apenas 1,1% para o Brasil em 2023.

Justificando o recuo dos números para a maioria dos países espalhados pelo globo, o FMI disse no relatório que a inflação mundial ainda é um problema que está longe de ser superado:

“A inflação global foi revisada para cima graças aos preços dos alimentos e de energia, assim como duradouros desbalanceamentos de oferta e demanda, e antecipa-se que deve atingir 6,6% nas economias avançadas, e 9,5% em mercados emergentes e em economias em desenvolvimento.”

Publicidade

 

 

Publicidade