Copa Sul-Americana

Sul-Americana: Atlético-GO abre vantagem sobre São Paulo na semifinal

Clubes voltarão a se enfrentar na próxima quinta-feira (8), no Morumbi, em São Paulo, às 21h30 (horário de Brasília). Dragão vai à final mesmo se perder por um gol de diferença.

Dragão ainda vai receber o Atlético-MG no estádio Antônio, Accioly, em Goiânia. Tricolor vai ao pantanl enfrentar Cuiabá (Créditos: Andressa Anholete/Getty Images)

O Atlético-GO abriu vantagem sobre o São Paulo pelas semifinais da Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira (1), o Dragão venceu o Tricolor por 3 a 1 no Serra Dourada, em Goiânia, diante de quase 30 mil torcedores, no primeiro jogo do confronto, ficando perto de uma inédita decisão continental.

Publicidade

Publicidade

A partida de volta será na próxima quinta-feira (8), no Morumbi, em São Paulo, às 21h30 (horário de Brasília). Os goianos vão à final mesmo se perderem por um gol de diferença. Os paulistas têm de vencer por três gols ou mais para conseguirem a classificação no tempo normal. Caso o placar agregado do confronto termine empatado, a decisão da vaga será nos pênaltis.

Quem avançar, pega o ganhador de Independiente Del Valle (Equador) e Melgar (Peru) na final, que será em 1º de outubro, no estádio Mario Kempes, em Córdoba (Argentina). No jogo de ida, na última quarta-feira (31), no estádio Casa Blanca, em Quito, os anfitriões equatorianos venceram por 3 a 0. A partida de volta, na próxima quarta-feira (7), será no Monumental de la Unsa, na peruana Arequipa, às 21h30.

Apesar de o São Paulo ter adotado uma postura ofensiva nos primeiros minutos, quem abriu o marcador foi o Atlético. Aos dez, o lateral Dudu cruzou rasteiro pela direita e o meia Jorginho apareceu às costas da zaga para balançar as redes. O Tricolor não demorou para reagir. Aos 22 minutos, o meia Rodrigo Nestor ergueu na área e o atacante Luciano, de cabeça, deixou tudo igual.

Publicidade

A missão são-paulina se complicou aos 39, quando o meia Igor Gomes recebeu o segundo cartão amarelo em um intervalo de oito minutos. Com um a mais, o Atlético partiu para cima na volta do segundo tempo. Aos dez minutos, o meia Shaylon, ex-jogador do próprio Tricolor, que tinha acabado de entrar em campo, aproveitou um cruzamento pela direita do volante Marlon Freitas e uma falha do goleiro Jandrei para recolocar o Dragão na dianteira.

Com a partida sob controle, os goianos aumentaram a fatura, novamente com um atleta que o técnico Eduardo Baptista, estreante da noite, mandou a campo na etapa final. Aos 32, seis minutos após entrar, o atacante Léo Pereira avançou pela esquerda, escapou do zagueiro Diego Costa e concluiu para o gol de Jandrei, definindo o marcador.

Publicidade

Antes de se reencontrarem pela Sul-Americana, Atlético e São Paulo têm compromissos importantes neste domingo (4), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, onde lutam para se distanciarem das últimas colocações. O Dragão recebe o Atlético-MG no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, às 18h. O Tricolor visita o Cuiabá na Arena Pantanal, às 19h.