Ucrânia

Agência nuclear visita usina ucraniana sob risco de acidente radioativo

Durante negociações, após apelos da comunidade internacional, devido ao risco de um acidente, os governos dos dois países concordaram com a inspeção da agência nuclear.

agencia-nuclear-visita-usina-ucraniana-sob-risco-de-acidente-radioativo
(Lennart Preiss/Getty Images)

O diretor geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) anunciou nesta segunda-feira (29) que visitará a usina ucraniana de Zaporizhzhia, a maior da Europa, que está sob risco alto de um acidente radioativo.

Publicidade

“Chegou o dia, a missão da AIEA está a caminho de Zaporizhzhia. Devemos proteger a segurança da Ucrânia e da maior central da Europa”, disse Rafael Grossi, o diretor geral da AIEA, em seu Twitter. Grossi afirmou que a equipe chegará “no final desta semana”.

Publicidade

Por vários meses, Grossi solicitou uma visita da agência à usina nuclear de Zaporizhzhia, alertando o “risco real de uma catástrofe nuclear” por conta de bombardeios à usina. O local está sob domínio russo desde março, no ínicio do conflito e os oponentes, Rússia e Ucrânia, trocam acusações sobre a autoria dos ataques à usina.

Durante negociações, após apelos da comunidade internacional, devido ao risco de um acidente, os governos  dos dois países concordaram com a inspeção da agência nuclear. Nesta segunda-feira (29), a Rússia acusou a Ucrânia de tentar um ataque à usina. Além disso, afirmou ter ter derrubado um drone das Forças Aéreas ucranianas que tentava um novo bombardeio.

Neste sábado (27), a Energoatom , operadora de energia ucraniana alertou novamente o risco de vazamento radioativo e incêndios em consequência dos ataques. A Organização das Nações Unidas (ONU) pediu o fim de todas as atividades militares na área próxima à usina.

Publicidade

 

 

Publicidade