Ator ucraniano que se juntou ao exército morre aos 33 anos

O artista além de ator, era cantor, compositor e apresentador de TV na Ucrânia

ator-ucraniano-que-se-juntou-ao-exercito-morre-aos-33-anos
Ator ucraniano, Pasha Lee (Crédito: Reprodução / Instagram @pashaleeofficial)

O ator ucraniano, Pasha Lee que se juntou ao exército, morreu aos 33 anos, neste domingo (6) após uma batalha em Irpin na Ucrânia. O informação foi dada pela página do Festival Internacional de Cinema de Odessa.

Publicidade

No comunicado o festival informou que como resultado dos bombardeamentos o ator ucraniano, teria sido morto na cidade Irpin. “No dia 6 de março, como resultado de um bombardeio de ocupantes russos na cidade ucraniana de Irpin, o famoso ator ucraniano Pasha Lee foi morto. Ele tinha 33 anos.”

O ator também era conhecido como Pavlo Li e Pasha Li. O artista além de ator, era cantor, compositor e apresentador de TV na Ucrânia. Pasha Lee tocou no teatro “Koleso” e protagonizou filmes e comerciais. Seus trabalhos no cinema foram em “Shtolnya” (2006), “Zvychayna sprava” (2012), “Shadows of Unforgotten Ancestors” (2013) e “The Fight Rules”(2016).

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu à Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Alguns dos motivos pelo qual esta invasão aconteceu é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade

No dia 1º de março o ator havia postado uma foto em que dizia “Vamos nos unir”. Há três dias atrás o ato compartilhou outra foto com a seguinte legenda “Nas últimas 48 horas há a oportunidade de sentar e tirar uma foto de como estamos sendo bombardeados, e estamos sorrindo porque vamos conseguir e tudo será UCRÂNIA, ESTAMOS TRABALHANDO!!!”

Publicidade