Twitter, Insta, Zoom

Elizabeth II desafiou tradição ao se abrir às redes sociais

Elizabeth II ficou conhecida por mudar a maneira como o Palácio de Buckingham operava em termos de relações com o público.

elizabeth-ii-desafiou-tradicao-ao-se-abrir-as-redes-sociais
Elizabeth II e Charles III (Créditos: Aaron Chown – WPA Pool/Getty Images)

A rainha Elizabeth II, que faleceu na tarde desta quinta (8), testemunhou grandes avanços tecnológicos em seu quase um século de vida. Desafiando as tradições de uma das instituições mais conservadoras do Reino Unido, a monarca adotou inovações desde o início de seu reinado, quando sua coroação foi a primeira transmitida pela TV, em 1953.

Publicidade

Conhecida por mudar a maneira como o Palácio de Buckingham funcionava, com uma nova postura de se aproximar do grande público, ela lentamente abriu a monarquia britânica para a chegada da televisão (primeiro em preto e branco, depois em cores), dos celulares, da internet e das mídias sociais — muitas vezes, contornando regras restritivas que vigoravam há décadas.

Um exemplo é a proibição de qualquer membro da família real britânica de ter contas pessoais nas redes sociais. Mas a rainha achou um jeitinho de burlar isso com um perfil unificado: o @theroyalfamily.

Publicidade