Pedro Castillo é alvo de processo de impeachment no Peru

Pedro se torna o terceiro presidente peruano a passar por uma abertura de impeachment em menos de quatro anos

pedro-castillo-e-alvo-de-processo-de-impeachment-no-peru
O presidente peruano Pedro Castillo usa uma jaqueta de bombeiro e gesticula durante um evento para entregar caminhões de bombeiros aos bombeiros voluntários do Peru em 5 de dezembro de 2021 em Lima, Peru. (Crédito: Leonardo Fernandez/Getty Images)

O Congresso do Peru aprovou nesta segunda-feira (14) a abertura de um processo que pode levar ao impeachment do presidente Pedro Castillo. A oposição alega “incapacidade moral” de Castillo para o cargo.

Publicidade

A moção de destituição contra o presidente Castillo é similar às que resultaram nos impeachments de Pedro Pablo Kuczynski, em 2018 e Martín Vizcarra, em 2020. A “moção de vacância” é a segunda levantada contra Castillo nos sete meses e meio que ele está no poder. Em dezembro, o Congresso rejeitou a primeira.

Dos 118 congressistas:

  • 76 votaram a favor da abertura
  • 41 contra
  • Apenas uma abstenção

Corrupção e traição

A oposição conservadora no Congresso alega que Pedro está manchado pela suposta corrupção de seu entorno e cometeu “traição à pátria” por se declarar aberto a um referendo para conceder uma saída ao mar à Bolívia.

Publicidade

Neste mês, a reprovação do mandatário caiu a 66%. Contudo, Pedro é ainda mais desprestigiado pelo Congresso, que tem uma reprovação de 70%, segundo pesquisa Ipsos.

Castillo, um professor rural de 52 anos, que assumiu a presidência do Peru há sete meses para um mandato de cinco anos, é alvo de críticas daqueles que o acusam de falta de rumo e apontam suas constantes crises ministeriais.

Publicidade