Primeira-ministra da Suécia rejeita pedidos para aderir à Otan

Magdalena Andersson diz que fazer parte da aliança militar ocidental aumentaria tensões com a Rússia.

primeira-ministra-da-suecia-rejeita-pedido-para-aderir-a-otan
Primeira-ministra sueca rejeitou os pedidos da oposição para considerar a adesão à Otan (Crédito: Reprodução/Twitter)

A primeira-ministra da Suécia, Magdalena Andersson, rejeitou nesta terça-feira, 08, os pedidos da oposição para considerar a adesão à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), dizendo que um pedido, neste momento, desestabilizaria a segurança na Europa.

Publicidade

Fui clara durante todo esse tempo ao dizer que o que é melhor para a segurança da Suécia e para a segurança desta região da Europa é que o governo tenha uma política de longo prazo, consistente e previsível, e essa é minha crença permanente“, disse Andersson, do Partido Social-Democrata.

A Suécia não participar de qualquer guerra desde 1814, tendo construído sua política externa com base na não participação em alianças militares.

Mas forjou laços cada vez mais estreitos com a Otan nos últimos anos, à medida que as tensões com a Rússia na região do Báltico aumentaram, segundo o jornal O Globo.

A invasão da Ucrânia pela Rússia, no dia 24 de fevereiro, renovou os apelos para a Suécia se juntar à Otan, ao lado da Finlândia, que também permanece fora do bloco.

Publicidade