reino unido

‘Queria matar a rainha da Inglaterra’, diz homem preso em frente ao Palácio de Windsor

Segundo a Corte britânica que julga o caso, Jaswant Sihgn Chali, expressou que sua intenção era tirar a vida de Elizabeth II com a arma que usava.

queria-matar-a-rainha-da-inglaterra-diz-homem-preso-em-frente-ao-palacio-de-windsor
Rainha Elizabeth II (Crédito: John Stillwell – WPA Pool/Getty Images)

Um homem preso no ano passado, com uma balestra, uma espécie de escopeta com arco e flecha acoplados, em frente ao Palácio de Windsor, afirmou que tinha a intenção de matar a rainha da Inglaterra. O próprio homem fez a declaração nesta quarta-feira (17), a um tribunal do Reino Unido.

Publicidade

Segundo a Corte britânica que julga o caso, Jaswant Sihgn Chali, expressou que sua intenção era matar a rainha da Inglaterra, Elizabeth II,  com a arma.

Chali apareceu em frente à residência oficial da rainha no Natal de 2021, com a arma em mãos. Em seguida, ele foi detido. De acordo com as autoridades,  o homem não chegou a entrar em nenhum edifício, e os protocolos de segurança foram acionados instantes depois da invasão.

No momento do incidente, a rainha estava no castelo, com seu filho e herdeiro, o príncipe Charles, sua esposa Camilla e outros familiares próximos. O homem foi acusado  de fazer ameaças de morte, posse de arma ofensiva e um delito sob a seção 2 da Lei de Traição de 1842.

Esta seção da lei detalha a punição por “descarregar ou apontar armas de fogo, ou lançar ou usar qualquer material ou arma ofensiva, com a intenção de ferir ou alarmar Sua Majestade”, de acordo com o portal g1.

Publicidade

 

Publicidade