Rússia ataca mesquita próxima a capital ucraniana

A embaixada informou que 86 cidadãos turcos, incluindo 34 crianças, estavam entre as pessoas que buscaram segurança na mesquita do sultão Suleiman

Rússia ataca mesquita próxima a capital ucraniana
Mariupol, Ucrânia (Crédito: Pierre Crom/ Getty Images)

A Rússia atacou e bombardeou uma mesquita na cidade portuária de Mariupol, próxima a capital ucraniana. No local haviam mais de 80 pessoas, incluindo crianças, segundo a AP News.

Publicidade

A data em que o ataque foi feito não foi informada pelas autoridades. O Ministério das Relações Exteriores ucraniano apenas relatou algumas informações, por meio do Twitter, nesse sábado (12). “A mesquita do sultão Suleiman, o Magnífico, e sua esposa Roxolana (Hurrem Sultan) em Mariupol foi bombardeada por invasores russos. Mais de 80 adultos e crianças estavam abrigados lá, contra os bombardeios, incluindo cidadãos da Turquia”.

A embaixada ucraniana na Turquia foi quem pediu para que os cidadãos turcos na cidade se abrigassem na mesquita. Segundo a AP, a embaixada informou que 86 cidadãos turcos, incluindo 34 crianças, estavam entre as pessoas que buscaram segurança na mesquita do sultão Suleiman, o Magnífico, e sua esposa Roksolana. O local foi inaugurado em 2007 e sua inspiração foi em uma mesquita em Istambul, Turquia.

Conflito Rússia x Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu à Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Alguns dos motivos pelo qual esta invasão aconteceu é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

Publicidade

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.