CONFLITO NA UCRÂNIA

Rússia diz que Estados Unidos estão diretamente envolvidos em guerra na Ucrânia

Moscou agora acusa Washington de ser responsável por ataques que mataram civis.

Novas provas da Rússia contrariam posicionamento de distância dos EUA. (Créditos: Anastasia Vlasova/Getty Images)

O ministério da defesa da Rússia afirmou nesta terça-feira (2) que os Estados Unidos estão diretamente envolvidos na guerra na Ucrânia através do fornecimento do apoio de inteligência para o lado ucraniano. Acusações são de que Washington informou coordenadas de alvos para ataques à mísseis.

Publicidade

A acusação do governo russo vem após o líder da inteligência militar ucraniana, Vadym Skibitsky, dar uma entrevista ao jornal britânico The Telegraph em que revela parcerias entre agentes da Ucrânia e norte-americanos para discutir alvos de ataques.

Segundo o que Skibitsky disse ao jornal, a inteligência dos EUA ajudava diretamente a coordenar ataques de mísseis às forças da Rússia, contrariando todos os posicionamentos da Casa Branca e do Pentágono até então.

Os russos agora dizem acreditar que os Estados Unidos estão diretamente envolvidos no conflito e podem ter participado da coordenação de ataques ucranianos que mataram civis em Donbass.

A administração de Biden é diretamente responsável por todos os ataques de mísseis aprovados por Kiev em áreas residenciais e infraestruturas civis em áreas povoadas de Donbass e outras regiões“, disse o Ministério de Defesa da Rússia em comunicado.

Publicidade

A posição oficial dos Estados Unidos sobre estarem envolvidos no conflito é de total apoio econômico e logístico à Ucrânia, mas desejam evitar a todo custo o confronto direto entre soldados americanos e soldados da Rússia.

 

 

Publicidade