'Aceitação Corporal'

Campanha do governo espanhol edita foto de modelo amputada sem autorização

O Instituto das Mulheres disse que não estava ciente de que aquelas imagens se tratavam de mulheres reais. O Ministério de Igualdade não se pronunciou. 

Governo espanhol utliza imagens de mulheres sem autorização
Campanha publicitária feita pelo governo espanhol (Crédito: Divulgação/ Governo Espanhol)

O governo espanhol criou uma campanha publicitária para incentivar a positividade sobre corpos, porém, utilizou imagens sem autorização de mulheres reais que estampam a capa da propaganda. Uma das fotos utilizadas pertence à modelo britânica Sian Green-Lord, de 32 anos, que denunciou a iniciativa espanhola por usar sua fotografia sem permissão, além de editar e “apagar” sua prótese de perna.

Publicidade

A modelo foi atropelada em 2013 e precisou passar por uma cirurgia de emergência para amputar uma de suas pernas. Em suas redes sociais, Lord disse que o governo espanhol não entrou em contato com ela para informar ou pedir permissão para usar sua imagem. “Desde que eu descobri o que foi feito com a minha imagem, minha confiança tem sido baixa e a ansiedade subiu ao nível máximo! Minhas táticas atuais de motivação pessoal começaram a falhar e agora estou em um lugar estranho”, disse ela. 

A campanha do governo espanhol que servia como ilustração para incentivar mulheres a aproveitarem o verão na praia independente do seu tipo de corpo, também sofreu críticas pelo o valor investido, 100 mil euros, aproximadamente R$ 533 mil. 

Como resposta, o Instituto das Mulheres disse que não estava ciente de que aquelas imagens se tratavam de mulheres reais. A criadora da campanha se desculpou e afirmou que irá dividir o valor recebido pela peça publicitária com as modelos retratadas. Já o Ministério de Igualdade não se pronunciou.

Publicidade