corrida à presidência

Ausência de Lula é criticada por opositores em debate

o debate começou às 18h15 e é realizado por um pool de veículos formado por SBT, CNN Estadão/Rádio Eldorado, Veja, Terra e Nova Brasil FM.

Bolsonaro, Ciro e Tebet criticam ausência de Lula em debate da CNN
(Crédito: Reprodução/CNN)

As críticas à ausência do candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, começaram logo nas entrevistas coletivas que antecederam o debate: o presidente, candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), disse que o não comparecimento do petista seria uma “estratégia”.

Publicidade

“Isso é estratégia dele. Ele tem muito a se explicar. Fala uma besteira atrás de outra.”

Já o candidato Ciro Gomes (PDT) , em coletiva, disse que ausência de Lula pode indicar três leituras. “A primeira, é a ideia de que já ganhou e não precisa de mais ninguém. A segunda, de que não tem o que dizer. A terceira, e a pior, é o candidato não ir porque tem muito a esconder.”

Líder nas pesquisas eleitorais, Lula,  justificou ausência no evento por suposta demora na formação de um pool de veículos para a realização do confronto.

“Eu adoraria participar porque eu tenho um profundo prazer de participar de debate. É bom participar de debate. Lamentavelmente o debate do SBT demorou um pouco… minha coordenação mandou uma carta falando que era para fazer um pool. Demorou, quando veio a resposta do debate eu já tinha agenda no Rio de Janeiro e em São Paulo”, justificou Lula.

Publicidade

Publicidade

Em nota, o pool de veículos de comunicação (formado por SBT, CNN Brasil, Terra, Nova Brasil, Estadão/Eldorado e Veja) afirma que recebeu com surpresa, nesta sexta-feira (23), a declaração dada à imprensa.

“Diferentemente do que foi declarado pelo candidato, contudo, a formação do pool deu-se antes mesmo da sugestão feita por sua campanha, com a parceria firmada originalmente entre SBT, VEJA, Nova Brasil e Estadão/Eldorado, ainda em março deste ano.”, diz a nota.

Confira os destaques do debate:

Publicidade