valor estimado

Custo das eleições de 2022 será maior do que em 2020, diz Lewandowski

O aumento real, sem contar a inflação, entre as eleições foi de 53,23%.

custo-das-eleicoes-de-2022-sera-maior-do-que-em-2020-diz-lewandowski
Ministro Ricardo Lewandowski (Créditos: Antonio Augusto/Secom/TSE)

O ministro Ricardo Lewandowski, vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou nesta sexta-feira (30) que o custo das eleições deste ano deve ser maior do que o valor gasto em 2020.

Publicidade

A declaração do ministro foi feita durante um evento do programa de observadores e convidados internacionais para as eleições gerais deste ano. O evento é promovido pelo TSE.

De acordo com dados apresentados pelo ministro, a votação de 2020 custou quase R$ 732 milhões para sua execução. Neste ano, o valor total estimado é de R$ 1.334.833.932, sem considerar o custo de aquisição das urnas eletrônicas.

O custo por eleitor é de R$ 8,53. De acordo com o economista Paulo Gala, descontando a inflação do período de agosto de 2020 a agosto de 2022, que foi cerca de 19,53%, o gasto atual seria de R$ 1.121.709.186,554.

Sem contar a inflação, o aumento real entre as eleições foi de 53,23%. O ministro também comentou sobre a Justiça Eleitoral,  “que foi uma revolução moralizadora, que se opôs aos costumes deteriorados do ponto de vista política”, segundo ele.

Publicidade

“Currais eleitorais, eleições decididas a bico de pena, politica com café com leite. Ela introduziu um sistema de moralização dos costumes políticos. Foi o momento que o país se abriu de progresso, que foi contemplar as mulheres com direito de voto. A Justiça Eleitoral vem se aperfeiçoando e tem essa característica que é o poder judiciário que é o arbitro das eleições, distanciado das paixões e disputas políticas”, disse Lewandowski.

A Missão da #OEAnoBrasil, realizou uma reunião com o Presidente do @TSEjusbr, Ministro Alexandre de Moraes, para escutar os últimos preparativos das #Eleições2022. No domingo 2 de outubro, os/as brasileiros/as escolherão mais de 1.600 autoridades🇧🇷 pic.twitter.com/tF0t7ZvRlO

— OEA em português (@OEA_BR) September 30, 2022

Publicidade