Propaganda Irregular

Juíza que autorizou busca e apreensão contra Moro multa PT em R$ 120.000

Além da multa, Olivas também ordenou a suspensão de peças publicitárias do partido.

Juíza que autorizou busca e apreensão contra Moro multa PT em R$ 120.000
O ex-juiz e candidato ao Senado Federal pelo Paraná, Sergio Moro (União Brasil) (Crédito: Andressa Anholete/Getty Images)

Segundo informações do jornal O Globo desta segunda-feira (5), a mesma juíza que autorizou uma busca e apreensão contra o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) multou o PT em R$ 120 mil. Esta é uma das maiores multas eleitorais deste ano.

Publicidade

A juíza Melissa de Azevedo Olivas, que autorizou buscas contra Sergio Moro por conta do tamanho da letra de seu nome em uma propagando eleitoral, também encontrou irregularidades em campanhas do Partido dos Trabalhadores.

Após denúncia do candidato à reeleição ao governo do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), a juíza constatou que 24 peças publicitárias do PT não tinham espaço suficiente para o quadro de tradução em linguagens de sinais. Além da multa, Olivas também ordenou a suspensão das propagandas.

É bom lembrar que a ação acatada pela juíza contra Sergio Moro foi um pedido da coligação do PT, que denunciava irregularidades no tamanho de fontes nos materiais gráficos do ex-juiz e também a ausência dos nomes dos suplentes na internet.

Publicidade