Uso de Máquina Pública

Tarcísio entra com ação na Justiça para cassar candidatura de Rodrigo

Segundo apuração do UOL, a assessoria de imprensa de Rodrigo Garcia diz que a ação “demonstra o alto grau de desespero” da campanha de Tarcísio.

Tarcísio entra com ação na Justiça para cassar candidatura de Rodrigo
Rodrigo Garcia (PSDB) (esq.) e Tarcísio de Freitas (Republicanos) (Crédito: Reprodução/Governo de SP e Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O candidato ao governo do estado de São Paulo pelo Republicanos, Tarcísio de Freitas, entrou com uma ação na Justiça para tentar cassar a candidatura do atual governador Rodrigo Garcia (PSDB). Tarcísio, ao protocolar a ação no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), alega que Rodrigo cometeu abuso de poder econômico ao usar a máquina pública do estado para fins eleitorais.

Publicidade

Na ação, Tarcísio acusa Rodrigo de fazer um “estreitamento das relações” com os prefeitos do estado para garantir apoio na corrida ao Palácio dos Bandeirantes. O inquérito segue dizendo que além dos prefeitos, deputados federais também foram procurados com “uso escancarado da máquina pública para a obtenção de benefícios eleitorais”.

“A utilização da coisa pública como se fosse algo pessoal é a receita da perpetuação do poder por determinados grupos políticos, inviabilizando a renovação tão necessária à política nacional. Em São Paulo, especialmente, é fato já entranhado na concepção política o trato personalíssimo dos “sempre” governantes em relação ao aparato público, tendo em vista o potencial econômico que o Estado tem”, diz um trecho da ação.

Segundo apuração do UOL, a assessoria de imprensa de Rodrigo Garcia diz que a ação “demonstra o alto grau de desespero” da campanha de Tarcísio. A defesa do atual governador afirma que “ainda não recebeu a suposta ação e analisará o caso confiante na sua improcedência e na justiça”.