CBF e AFA são multadas pela Fifa e partida entre Brasil e Argentina deve ser remarcada

Partida foi suspensa após jogadores argentinos furarem quarentena obrigatória imposta pelo governo brasileiro

Os defeitos da democracia
A democracia liberal parece estar quebrando suas promessas, disseminando o desespero e o niilismo, e ampliando as desigualdades (Crédito: Ron Jenkins/Getty Images)

A partida que foi suspensa entre Brasil e Argentina válida pelas Eliminatórias da Copa Do Mundo, após quatro jogadores argentinos furarem a quarentena imposta pelo governo devido à Covid-19, deverá ser remarcada. A decisão veio a partir do Comitê Disciplinar da Fifa.

Publicidade

De acordo com a CNN, a federação internacional aplicou uma multa à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e à Associação de Futebol Argentina (AFA) e suspendeu os jogadores que estavam envolvidos no caso. Por enquanto, não tem nenhuma nova data e horário para o confronto das equipes.

“Após uma investigação minuciosa dos vários elementos factuais e à luz dos regulamentos aplicáveis, o Comitê Disciplinar da Fifa decidiu que a partida deve ser repetida em data e local a serem decididos pela Fifa”.

Os jogadores que foram suspenso por dois jogos cada um foram por “desobedecer os protocolos de retorno do futebol internacional da Fifa”. Entre eles estão: Emiliano Buendía, Emiliano Martínez, Giovani Lo Celso e Cristian Romero. Eles vão cumprir suspensão nos próximos jogos da seleção. Caso a partida contra o Brasil não seja remarcada até 24 de março, eles enfrentarão a Venezuela e o Equador, também pela Eliminatórias. A Argentina já está classificada para a Copa do Mundo de 2022, assim como o Brasil.

“Além disso, o Comitê Disciplinar da Fifa concluiu que o abandono da partida decorreu de várias deficiências das partes envolvidas em relação às suas respectivas responsabilidades e/ou obrigações”, afirma outro trecho do comunicado.

Publicidade

A CBF teve uma multa de 500 mil francos suíços (R$ 2,8 milhões) por “infrações relacionadas à ordem e segurança”. A AFA, terá que pagar cerca de 200 mil franco suíços (R$ 1,1 milhão) pelo “descumprimento de suas obrigações em matéria de ordem e segurança, preparação e participação na partida”.

As duas associações de futebol terão que pagar uma multa de 50 mil francos suíços (R$ 280 mil) por “abandonar a partida”. Segundo a Fifa, as partes envolvidas foram notificadas nesta segunda-feira (14).

Relembre o caso

Brasil e Argentina iriam se enfrentar no dia 5 de setembro de 2021, em São Paulo, em partida que era válida para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Pouco minutos depois que o jogo tinha iniciado, agentes da Polícia Federal (PF) interromperam a partida a pedido da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que disseram que quatro jogadores argentinos Emiliano Buendía, Emiliano Martínez, Giovani Lo Celso e Cristian Romero furaram uma quarentena obrigatória para entrar no Brasil. Os atletas negaram que estiveram anteriormente no Reino Unido, o que exigiria a quarentena. Três deles entraram em campo como titulares.

Publicidade