Adesão à Otan

Biden recebe chefes do governo da Finlândia e da Suécia na Casa Branca

As principais autoridades de segurança nacional do presidente dos Estados Unidos apoiaram “por unanimidade” as tentativas da Suécia e da Finlândia de entrar na Otan.

biden-recebe-chefes-do-governo-da-finlandia-e-da-suecia-na-casa-branca
Joe Biden (Créditos: Chip Somodevilla/Getty Images)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, recebeu nesta quinta-feira (19) o presidente da Finlândia, Sauli Niinisto e a primeira-ministra da Suécia, Magdalena Andersson, na Casa Branca.

Publicidade

Segundo o g1, está previsto para que os líderes conversem e busquem um auxílio americano a adesão à Otan, aliança militar que é chefiada pelos Estados Unidos. As principais autoridades de segurança nacional do presidente dos Estados Unidos apoiaram “por unanimidade” as tentativas da Suécia e da Finlândia de entrar na Otan.

O conselheiro de segurança nacional de Biden, Jake Sullivan, ainda disse que a equipe “apoiou a entrada da Finlândia e da Suécia na aliança da OTAN, alegando que eles já provaram ser parceiros de segurança altamente capazes”.

Já a Turquia, país membro da aliança militar, disse a aliados que rejeitará a adesão da Suécia e da Finlândia à Otan, disse o presidente turco, Tayyip Erdogan, em um vídeo publicado em sua conta no Twitter nesta quinta-feira. “Continuaremos nossa política de maneira determinada. Dissemos aos aliados que diremos não à adesão da Finlândia e da Suécia à Otan”, disse Erdogan na noite desta quarta-feira, em entrevista a estudantes.

O presidente turco aponta que Suécia e Finlândia abrigam e financiam “terroristas” e os fornecem armas. “A OTAN é uma aliança de segurança e não podemos aceitar que terroristas façam parte dela”, completou Erdogan.

Publicidade

Publicidade